Instituto Centec encerra primeiro curso de Hidrogênio Verde in company 

Image

 

Na tarde da última terça-feira (05), o Instituto Centec encerrou as aulas do curso de hidrogênio verde ofertado para seus colaboradores. A formação foi a primeira na área ofertada pelo Centec e também a primeira in company, voltada exclusivamente para os colaboradores que integram a sede do Centec e suas unidades operacionais.

O curso contou com carga horário de 104h/a, as aulas aconteceram em formato híbrido  (presenciais e virtuais), numa iniciativa que buscou fornecer aos funcionários um conhecimento abrangente sobre o hidrogênio verde, desde os princípios básicos da sua produção, armazenamento e utilização até o seu impacto positivo na nas mudanças climáticas. Uma turma bastante diversificadas com pessoas de vários setores como assessores técnicos, pedagogos e professores das unidades operacionais, encerrando com 24 concludentes.

Quem esteve à frente da formação foi a consultora em Hidrogênio Verde, Natasha Esteves, que também é mestra em Ciências Físicas Aplicadas a Energias Renováveis e Hidrogênio Verde, e doutoranda em Engenharia Elétrica, que destacou que o aprendizado foi mútuo por conta de ser uma turma multidisciplinar.

“Apesar de ser uma turma mista, uma formação in company, com funcionários de todas as áreas, eu senti que a turma estava acompanhando bem, o pessoal estava empolgado para continuar o curso. Hoje, no encerramento do curso, três meses depois, continuamos com praticamente a mesma quantidade de alunos e dá para perceber que eles tiveram um ótimo aproveitamento, 100% de aproveitamento”, pontua ela.

Natasha também ressalta que para ela, enquanto professora, foi incrível ver o aproveitamento da turma, a troca de conhecimentos. “Eu nunca havia dado aula sobre hidrogênio para tanta gente, de tantos setores diferentes, então acredito que foi só um ganho tanto da parte deles como da minha”.

Erialdo Maciel Silva, assistente administrativo na sede do Centec, conta que o curso lhe proporcionou novas possibilidades e conhecimentos, visto que ele não tinha nenhuma habilidade técnica e nem conhecimento sobre o hidrogênio verde, conseguiu visualizar as várias possibilidades de utilização do hidrogênio verde em nosso cotidiano.

“Participando do curso eu consegui ampliar meus conhecimentos sobre essa energia limpa tão falada hoje em dia, pude participar de algumas formações e seminários. Aprendi que o hidrogênio verde vai mudar o mundo, que ele não é apenas mais um combustível,  é um processo energético que minimizará os impactos ambientais do mundo”, enfatiza Erialdo.

Os 24 alunos concludentes do curso recebe certificação dia 12 dezembro em cerimônia que será realizada no Sebrae.