Image

A área externa do Centro Vocacional Tecnológico (CVT) Beberibe ganhou um brilho especial durante o encerramento das aulas da primeira turma do curso de Costureiro, realizado no recém-inaugurado Laboratório de Design e Moda da unidade. Os 40 alunos recém-formados criaram peças exclusivas e promoveram um desfile para apresentar o resultado de seus estudos.

“Os alunos tiveram muitas atividades práticas durante o curso. Eles agregaram muito valor ao que produziram: há peças com macramê, crochê, fuxico, o que revela uma atenção com a regionalização das criações”, descreve a coordenadora da unidade, Virginia Tavares.

O CVT Beberibe é um dos 28 Centros Vocacionais Tecnológicos (CVTs) instalados em municípios cearenses, mantidos pelo Instituto Centro de Ensino Tecnológico (Centec) por meio de contrato de gestão com a Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Secitece).

Os alunos se organizaram em equipes para o desenvolvimento dos conceitos das peças. Os novos profissionais privilegiaram estampas e bordados florais e modelagem versáteis, além da leveza da viscose e do viscolinho, tecidos escolhidos para as produções.

O desfile foi prestigiado por uma ampla plateia. Participaram do momento o secretário da Secitece, Carlos Décimo, a prefeita de Beberibe, Michele Queiroz, e o ex-secretário da Secitece, Inácio Arruda.

Para a professora do curso, Fernanda Aragão, a experiência com os alunos foi muito significativa. “Me surpreendi com a sala e todo o maquinário disponibilizado para o curso e fiquei muito empolgada. O desfile como desfecho do curso foi um desafio aceito e entregue, trabalhamos em conjunto com os alunos para produzir essas obras de arte.” Durante as aulas, a professora contou com o suporte do designer de moda Gustavo Rocha de Lima.

Oportunidade

Maria Zenilce, mais conhecida como Dona Zê, desfilou usando a peça que ela mesma modelou. Batizado de Noite de Lual, o vestido foi feito em viscolinho floral com alças finas e fenda frontal.

“Eu não imaginava que pudesse ter essa oportunidade – por não ser capaz, pela falta de tempo ou porque não terminei os estudos. Para mim, o curso não acabou. Agora começa outra etapa na vida de cada pessoa que concluiu o curso. Externo minha gratidão a Deus e aos que estiveram conosco, por ter chegado até aqui, por toda lição e aprendizado, por cada matéria passada, cada costura feita à mão, cada corte de tecido. Tudo foi feito com esforço e dedicação”, declara Dona Zê.

Sobre essa nova etapa, o diretor de Extensão Tecnológica e Inovação do Instituto Centec, Hermínio Lima, destaca as oportunidades que o curso de Costureiro pode proporcionar. “O curso foi proposto pela Secitece e desenvolvido pelo Centec para ser um meio de qualificação profissional de jovens e adultos e um estímulo a seguir em frente com a profissão, seja produzindo roupas de forma individual, em associações ou em empresas de confecção. Em todos esses caminhos, nosso objetivo principal é a geração de renda e emprego para a população cearense.”

Durante o evento, foi realizada a aula inaugural da segunda turma do curso de Costureiro do CVT Beberibe, composta por 42 alunos. Também houve a solenidade de entrega de certificados aos formandos do curso de Informática Básica com LibreOffice (modalidade à distância), realizado pela Universidade do Trabalho Digital (UTD) em parceria com o Instituto Centec e a Secitece. Com carga horária de 60 horas, o curso formou 57 pessoas.

Barra de pesquisa

Assessoria de Marketing e Comunicação (ASMC)

Equipe

Coordenador: Gerardo Newton
– gerardo@centec.org.br

Assessora de imprensa: Caroline Avendaño
 carol@centec.org.br

Design e criação: Atila Tahim
– atila@centec.org.br

Contatos

Telefone: (85) 3066-7013 / 7048
E-mail: marketing@centec.org.br